Laboratórios da Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências de Saúde ganham novas estruturas - PORTAL DE NOTÍCIAS RITMO CULTURAL

Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

Laboratórios da Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências de Saúde ganham novas estruturas

A Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências de Saúde (Fepecs), da Secretaria de Saúde (SES-DF), ganhou novas instalações. Os laboratórios de...

A Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências de Saúde (Fepecs), da Secretaria de Saúde (SES-DF), ganhou novas instalações. Os laboratórios de pesquisa receberam simuladores de centro cirúrgico e de simulações reais. As paredes, os pisos e o teto de diversos espaços, como biblioteca e sala de estudos, foram reformados, além das redes hidráulica e elétrica.

Ao visitar o local, a secretária de Saúde, Lucilene Florêncio, elogiou as estruturas e ressaltou a importância de espaços adequados para a realização de pesquisas que possam basear tomadas de decisões na saúde. “Laboratórios como este são fundamentais porque a gestão deve ser feita com dados. Precisamos monitorar o presente e planejar o futuro”, declarou.

Secretária de Saúde, Lucilene Florêncio: ““Laboratórios como este são fundamentais porque a gestão deve ser feita com dados. Precisamos monitorar o presente e planejar o futuro” | Fotos: Jhonatan Cantarelle/ Agência Saúde-DF

As análises do laboratório possuem diversas finalidades que beneficiam a população e a comunidade científica da saúde, segundo o coordenador da área de pesquisa da Fepecs, Sérgio Fernandes. “O novo espaço servirá para investigar a eficácia de ações tomadas, simular respostas de organismos e de eficácia de medicamentos, entre outros”, exemplificou.

Conhecimento na prática

Os laboratórios disponibilizados pela Fepecs aproximam os alunos de experiências reais de um hospital, como o espaço de habilidades cirúrgicas e o de simulação realística. “No primeiro, desenvolvemos habilidades do futuro profissional para desempenhar as funções, dentro do universo e do cenário real de um hospital. Já no segundo, inserimos o estudante em situações com simulações de baixa, média e alta complexidade”, detalhou o professor e coordenador de Anatomia da fundação, Hércules Gomes.

*Com informações da Secretaria de Saúde

Nenhum comentário