Festival Agô leva música e debate para Memorial dos Povos Indígenas - PORTAL DE NOTÍCIAS RITMO CULTURAL

Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

Festival Agô leva música e debate para Memorial dos Povos Indígenas

A presença indígena no Distrito Federal será reverenciada na quarta edição do Festival  Agô - Música e Ancestralidade , entre os dias 27 e 2...

A presença indígena no Distrito Federal será reverenciada na quarta edição do Festival Agô - Música e Ancestralidade, entre os dias 27 e 29 de julho (quinta a sábado). O evento, neste ano, ocupa o Memorial dos Povos Indígenas juntamente com o Seminário Fealha

 

Povo Fulni-ô _Créditos_o Hannah Carvalho.jpg

Povo Fulni-ô - Foto: Hannah Carvalho


Serão três dias de atividades com shows, oficina, feira e debates promovendo o encontro entre mestres e jovens que têm na música sua conexão com o sagrado.

 

Na programação musical do Agô (“licença”, em Yorubá), na sexta (28), o público poderá conferir shows dos grupos Ponto Br, Ori, com participação da cantora Cris Pereira, Mulheres do Alto Xingu e povo Fulni-ô. Uma noite de cantos indígenas, cocos, cirandas, maracatus, sambas, tambor de Mina, bois, rojões e carimbós.

 

Nas rodas de debate, o Seminário Fealha (“terra sagrada” no idioma yaathe, do povo Fulni-ô) vai reunir lideranças e pensadores indígenas e não indígenas que se destacam pela luta por território e direitos. A capoeira também se fará presente com uma roda aberta do grupo nZambi e uma oficina com a mestra Elma.

 

O Festival Agô é uma realização da Onã Produções e tem o apoio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do DF e do próprio memorial. O projeto é realizado com recursos do Fundo de Apoio à Cultura do DF (FAC-DF).

 

Santuário - De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o DF tem cerca de 6 mil indígenas. A maior parte deles está concentrada em área urbana. Do total, as três regiões administrativas com maior população indígena são Ceilândia, Planaltina e Samambaia. A única terra indígena delimitada no DF é a Terra Indígena Santuário Sagrado dos Pajés - Pajé Santxie Tapuya, localizada no Setor Noroeste, área de forte especulação imobiliária.

 

Em todo o país, os povos indígenas trazem uma importante contribuição para a diversidade cultural brasileira, com quase um milhão de pessoas organizadas em 305 etnias e 270 línguas distintas. A cosmologia indígena, de modo geral, além de contribuir com a formação da identidade do país, garante a manutenção e preservação da sociobiodiversidade brasileira. 

 

Programação geral

Agô + Fealha

 

Quinta - 27/07 

18h15: Cantos com povo Fulni-ô e mulheres do Alto Xingu

18h30: Seminário Fealha: Memórias do Memorial dos Povos Indígenas

19h30: Seminário Fealha: Viver o presente, olhar o futuro

 

Sexta - 28/07

14h30: Seminário Fealha: Ancestralidade cerratense

16h30: Seminário Fealha: Trajetórias, povos e territórios

19h: Roda aberta de Capoeira Angola com Mestra Elma (MA) e grupo nZambi

20h30: Ori (PE) part. Cris Pereira (DF)

21h30: Cantos das Mulheres do Alto Xingu (MT)

22h: Cafurnas Fulni-ô (PE/DF)

22h30: Ponto BR (MA/PE/SP)

 

Sábado - 29/07

10h às 12h: Oficina de Capoeira Angola com Mestra Elma (nZambi)

15h às 16h: Seminário Fealha: Histórias e conquistas do Acampamento Terra Livre (ATL)

 

Serviço - Festival Agô - Música e Ancestralidade

Seminário Fealha - Presença Indígena no DF

De 27 a 29 de julho (quinta a sábado)

Memorial dos Povos Indígenas

Mais informações: www.instagram.com/agoancestralidade/


Informações e Redes Sociais de Artistas no Agô 2023: https://bit.ly/InfosArtistasAgo

Fotos: https://bit.ly/AgoFotos

 

Ingressos para o show Festival Agô (entrada gratuita)

https://www.sympla.com.br/evento/ago-musica-e-ancestralidade/2079610

 

Inscrição para o seminário Fealha

https://bit.ly/inscricaoFealha

 

Fonte Assessoria de imprensa Paó Comunicação e redação do Portal de Notícias Ritmo Cultural

Nenhum comentário