Invasão Secreta destaca ação e reviravoltas em tenso 3º episódio | Recap - PORTAL DE NOTÍCIAS RITMO CULTURAL

Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

Invasão Secreta destaca ação e reviravoltas em tenso 3º episódio | Recap

Crédito: Marvel Studios/Divulgação O tempo corre, e  Nick Fury  precisará de toda ajuda possível em  Invasão Secreta . A série da  Marvel  c...

Invasão Secreta destaca ação e reviravoltas em tenso 3º episódio | RecapCrédito: Marvel Studios/Divulgação

O tempo corre, e Nick Fury precisará de toda ajuda possível em Invasão Secreta. A série da Marvel chega à metade da temporada com “Traído”, terceiro e mais intenso episódio da produção, já em streaming no Disney+.

O capítulo segue a aventura do ex-chefão da S.H.I.E.L.D. contra o ataque dos alienígenas Skrull à Terra, guardando muitas reviravoltas e momentos que fazem a alegria dos fãs de espionagem. Veja abaixo tudo o que rolou:

[Atenção: Zona de spoilers de Invasão Secreta]

O capítulo começa com Gravik (Kingsley Ben-Adir), general líder da rebelião Skrull, confirmando os planos para fortalecer a própria espécie por mutações genéticas com o DNA de super criaturas, como indicado no episódio anterior. O vilão revela também que orquestrou mais um ataque terrorista, desta vez, infiltrando Skrulls em um submarino britânico prestes a bombardear uma aeronave das Nações Unidas, trama que será o ponto central do episódio.

Gravik estuda a criação de super Skrulls. Crédito: Disney+/Reprodução

Seguindo o reencontro no segundo episódio, vemos mais da vida familiar de Fury, incluindo a confirmação de que o protagonista sabe, mesmo, que a própria esposa é uma Skrull. Invasão Secreta narra o início do romance em mais um flashback da década de 1990, com um Samuel L. Jackson digitalmente rejuvenescido.

Vida íntima de Nick Fury ganha destaque na série. Crédito: Disney+/Reprodução

Nos dias atuais, no entanto, o casal tem poucos motivos para comemorar. Priscilla (Charlayne Woodard) guarda a mágoa por perder o marido duas vezes, tanto no Blip (ou o estalo de Thanos) quanto no exílio de Fury pelo espaço. A dinâmica dos dois é talvez a mais interessante da série, visto que, embora estejam juntos, ambos pertencem a lados completamente opostos do conflito “humano-Skrull”, e devem equilibrar a lealdade entre um ao outro e às próprias espécies.

Por falar em conflito e brigas verbais, quem também tem uma conversa tensa é o Skrull do bem, Talos (Ben Mendelsohn), que tenta apaziguar a fúria de Gravik, evitando a guerra contra os humanos. Enquanto o vilão argumenta que, como a humanidade não consegue conviver nem entre si própria, o ideal é tomar a Terra, Talos alerta o ex-protegido de que um combate direto pode significar o fim para todos os Skrulls.

Aqui vale destacar como Invasão Secreta tem brilhado nas cenas de diálogo, amparadas pela performance excelente de atores como Jackson e Mendelsohn, mesmo com o contraste do limitado Kingsley Ben-Adir, que nunca convence como vilão.

Gravik ameaça Talos em cena tensa de Invasão Secreta. Crédito: Disney+/Reprodução

Se os tiques de fala e as caras e bocas do astro não tornam Gravik ameaçador, a série compensa com uma eficiente sequência que mostra a real ameaça dos Skrulls, com o pequeno exército alienígena assumindo a forma do líder.

Sem Vingadores, bugigangas, amigos ou patente, Nick Fury recorre, mais uma vez, ao bom senso de Talos para evitar o ataque Skrull, citado no início do texto. Com informações vazadas por G’iah (Emilia Clarke), a dupla descobre o refúgio do oficial da Marinha britânica (obviamente, Skrull) responsável pela ordem de soltar o míssil.

Em uma sequência de tirar o fôlego, Fury e Talos interrogam o Skrull, em busca do código para desarmar a operação. Digna das melhores tramas de suspense e espionagem, a sequência fica ainda mais angustiante com a proximidade do ataque, que pode significar o começo de uma Terceira Guerra Mundial. É lógico que, como sempre, os protagonistas têm apenas pouquíssimo tempo para resolver situações do tipo.

Fury e Talos correm para evitar perigoso ataque. Crédito: Disney+/Reprodução

Mais uma vez com a ajuda de G’iah, Talos consegue reverter o ataque, mas nenhuma boa ação vem sem punição, pois o sucesso da missão cobra um preço muito pessoal ao alienígena.

Em fuga do acampamento de Skrulls rebeldes, G’iah é interceptada por Gravik, revelando que o plano era uma fachada para descobrir se a jovem era (ou não) uma traidora da causa Skrull. A filha de Talos é morta a sangue frio pelo parceiro, repetindo um problema grave do início da série.

Em primeiro lugar, é BEM difícil acreditar que G’iah, de fato, morreu. Nem mesmo no multiverso da loucura a Marvel desperdiçaria um nome do tamanho de Emilia Clarke, e a própria atriz aparece em cenas que ainda não foram ao ar, mas estão nos trailers.

G’iah morre (ou não?) em cena de Invasão Secreta. Crédito: Disney+/Reprodução

Mesmo assim, Invasão Secreta repete o artifício da personagem feminina que precisa ser morta para motivar um companheiro homem. Se até conseguimos perdoar o recurso uma vez, com a “morte” de Maria Hill (Cobie Smulders) no primeiro episódio, uma segunda vez já é exigir uma dose maior da boa vontade do espectador. Resta saber como a perda da própria filha influenciará a o equilíbrio de Talos entre Skrulls e humanos.

Enquanto isso, Fury pode até ser um dos melhores espiões do mundo, mas, aparentemente, até a própria esposa do agente guarda segredos. Priscilla é vista recuperando um revólver de um cofre bancário, se preparando para um possível combate. Mesmo, até onde se sabe, mantendo-se neutra no conflito, a Skrull tenta falar com o malvado Gravik ao telefone, mas é recebida por uma voz familiar aos fãs. Sim, uma reviravolta final, com um Skrull que estava diante dos nossos olhos por anos: o bom e velho Rhodes (Don Cheadle), o Vingador Máquina de Combate.

Esposa de Nick Fury guarda segredos. Crédito: Disney+/Reprodução

Invasão Secreta tem episódios inéditos toda quarta, no Disney+.

Fonte Jovem Nerd

Nenhum comentário