Hospital de Base recebe R$ 8 milhões em novos equipamentos - PORTAL DE NOTÍCIAS RITMO CULTURAL

Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

Hospital de Base recebe R$ 8 milhões em novos equipamentos

Maior hospital público do Distrito Federal, o Hospital de Base (HBDF) está prestes a ganhar reforço no atendimento à população. O GDF está i...

Maior hospital público do Distrito Federal, o Hospital de Base (HBDF) está prestes a ganhar reforço no atendimento à população. O GDF está investindo aproximadamente R$ 8 milhões na aquisição de 50 camas novas, equipamentos de duodenoscópio e videocolonoscópio, além de monitores, carrinhos de anestesia e ventiladores. As camas começaram a chegar nesta segunda-feira (28) e foram recebidas pela governadora em exercício Celina Leão durante visita ao HBDF.

A governadora em exercício Celina Leão exaltou o investimento na modernização da unidade | A governadora em exercício Celina Leão exaltou o investimento na modernização da unidade | Foto: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília

O Hospital de Base dispõe, atualmente, de cerca de 700 leitos. Com as 50 novas camas adquiridas, a expectativa é reativar 40 leitos que estavam em desuso. Também foram anunciados novos leitos de UTI coronariana e outros equipamentos tecnológicos para exames.

A governadora em exercício Celina Leão exaltou o investimento na modernização da unidade. “Queremos anunciar mais melhorias que chegam ainda essa semana para o hospital, como 50 novas camas, monitores, carrinhos de anestesia e ventiladores. Vários equipamentos foram adquiridos. É muito importante a chegada desses itens”, afirmou.

O HBDF contará gradativamente com os equipamentos adquiridos. As camas, por exemplo, devem ser instaladas nos próximos dias.

O presidente do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (IgesDF), Juracy Cavalcante Lacerda Júnior, detalhou a importância do reforço na estrutura de atendimento. “Estamos recebendo um angiógrafo (exame radiográfico dos vasos sanguíneos), que é um serviço de hemodinâmica. Isso vai melhorar nosso número de cirurgias. Nos próximos dias, abriremos entre 8 e 10 leitos de UTI coronariana, o que vai aumentar a quantidade de cirurgias de alta complexidade. Recebemos também duodenoscópio e videocolonoscópio para tentar dar mais celeridade na fila das endoscopias”, explicou.

Fonte Agência Brasília

Nenhum comentário