Camisa de Vênus não recebe cachê de R$ 50 mil após polêmica em show em Ilhabela - PORTAL DE NOTÍCIAS RITMO CULTURAL

Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

Camisa de Vênus não recebe cachê de R$ 50 mil após polêmica em show em Ilhabela

Camisa de Vênus em 2017 (Foto: Carina Zaratin) A Prefeitura de Ilhabela, no Litoral Norte de São Paulo, suspendeu o cachê de quase R$ 50 mil...


Camisa de Vênus em 2017 (Foto: Carina Zaratin)

A Prefeitura de Ilhabela, no Litoral Norte de São Paulo, suspendeu o cachê de quase R$ 50 mil da banda Camisa de Vênus após uma polêmica durante o show na noite da última sexta-feira (29). A bandafez parte das atrações do Festival Flashback, o último evento comemorativo do aniversário da cidade - e que se encerra neste domingo (1º).

A polêmica envolve o momento em que o vocalista da banda, Marcelo Nova, recita um trecho da música 'Sílvia' na apresentação. A letra, composta na década de 1980, diz que "todo homem que sabe o que quer, pega o pau pra bater na mulher".

O trecho do show da banda ganhou intensa repercussão nas redes sociais após ser compartilhado pelo ministro do Desenvolvimento Agrário, Paulo Teixeira, que fez críticas ao artista. No vídeo, o vocalista Marcelo Nova cita que se trata apenas de uma brincadeira. Veja o momento abaixo:

Em nota divulgada pelo g1, a Prefeitura de Ilhabela lamentou a postura do vocalista da banda Camisa de Vênus e que, "assim que a conduta incoerente foi percebida, houve a notificação da produção da banda e o encerramento do show", dizendo que não compactua com nenhum tipo de violência, sobretudo a violência contra as mulheres.

A administração afirmou ainda que, assim que tomou conhecimento da situação, o prefeito Toninho Colucci (PL) "determinou a suspensão do pagamento do cachê da banda e vai exigir uma retratação do artista, sob pena de não receber".

O que diz Marcelo Nova

Em entrevista ao g1 da Rede Vanguarda, o vocalista da banda Camisa de VênusMarcelo Nova, afirmou estar surpreso com a polêmica e que não houve reação negativa do público durante o show

É um p*** hit, um tremendo de um hit e todo mundo canta há 37 anos. Então, do nada, esse tipo de problema? Ainda não tinha acontecido. O Camisa tem uma trajetória, evidentemente, uma trajetória cheia de polêmicas, conturbações, e... e é bom que seja assim. Nós não nascemos para ficar recebendo ordens de ninguém, e também pra ficar nos enquadrando a determinado tipo de circunstância. Mas ofender pessoas, ofender mulheres, gratuitamente? [...] Não tem nada a ver com nada de agressão. É uma brincadeira. "Silvia" é uma brincadeira"

Sobre o possível cancelamento do cachê de quase R$ 50 mil, o vocalista da Camisa de Vênus disse ainda não ter sido notificado pela Prefeitura de Ilhabela. "Não sei, fiquei sabendo disso aí agora. É, enfim".

O vocalista disse que soube da polêmica apenas neste domingo, após retornar para São Paulo. 

"Nós todos temos que entender que na plateia existem pessoas de várias idades, de várias faixas etárias, como disse. Cultura, educação, personalidade. Uma coisa que pode pra um ser divertido, pra outro pode não ser tanto. Quando digo que Silvia é uma brincadeira, ela é como uma piada de papagaio. Sabe como é? O cara que não gosta de piada de papagaio não é bom caráter. Você entende? É isso. É isso. Silvia é uma piada de papagaio. Pode ser de bom gosto? Pode. Pode ser mau gosto? Pode. Mas é apenas uma brincadeira. Nada mais além disso".

Fonte Rolling Stone

Nenhum comentário