The Beatles lançam a última música da banda; ouça "Now and Then" - PORTAL DE NOTÍCIAS RITMO CULTURAL

Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

The Beatles lançam a última música da banda; ouça "Now and Then"

O ano é 2023 e a afirmação inimaginável é que os Beatles acabam de lançar uma  música inédita !  Now and then  é a última canção da banda br...

O ano é 2023 e a afirmação inimaginável é que os Beatles acabam de lançar uma música inéditaNow and then é a última canção da banda britânica e conta com a participação de todos os quatro músicos: John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr. Além disso, foi divulgado um curta metragem de 12 minutos sobre os bastidores do lançamento.

A faixa foi escrita e interpretada por Lennon no piano, no final dos anos 1970. O eterno Beatle gravou uma demo no próprio apartamento, no edifício Dakota, em Nova York. A fita chegou às mãos dos outros integrantes quase 15 anos após a morte do vocalista. Em 1994, a viúva de John, Yoko Ono, repassou a gravação para que fizesse parte do lançamento do álbum The Beatles Anthology.

Porém, a música não pôde ser utilizada por não existir uma tecnologia que conseguisse separar a voz de Lennon do piano, para que fossem mixadas separadamente. Apesar de não ter sido lançada na ocasião, a música recebeu arranjos de guitarra e violão gravados por Harrison em 1995, seis anos antes de sua morte após uma longa batalha contra um câncer.

Em 2021, a fita engavetada voltou a ser tema, quando o cineasta Peter Jackson, vencedor do Oscar pela saga O Senhor dos Anéis, montou uma equipe para desenvolver uma tecnologia capaz de separar as faixas de gravação de materiais antigos dos Beatles para confecção do documentário Get back — produção da Disney+ sobre os ensaios para um dos shows mais emblemáticos dos britânicos, no terraço do edifício Apple Corps, em Londres. O diretor juntamente com a equipe de som, liderada por Emile de la Rey, conseguiram isolar instrumentos e vocais usando a tecnologia de áudio MAL da WingNut Films e a mesma técnica separou a voz de John Lennon do piano nos anos 1970.

Em entrevista ao jornal O Globo, em agosto de 2023, McCartney exaltou a tecnologia utilizada para possibilitar a produção da música. “Os técnicos foram capazes de isolar a voz, então parecia que tínhamos voltado para a gravação original. Foi ótimo, tínhamos a voz de John muito clara e bonita”, afirmou o Beatle que também produziu a faixa ao lado de Giles Martin.

A música, portanto, torna-se a última com todos os Beatles “juntos”, uma vez que usa piano e voz de Lennon; baixo, violão e piano de Paul; a bateria de Ringo; e as gravações dos anos 1990 de Harrison. Uma última vez em que o público poderá ouvir o famoso “1,2”, de John, com o benefício de se surpreender.

Nessa última mensagem, Lennon entoa: “Eu sei que é verdade, é tudo por causa de você/ E se eu conseguir passar por isso, é tudo por causa de você/ E se agora ou depois, eu tiver que começar de novo/ Bom, nós saberemos, com certeza, que eu amo você”. Versos que, em 2023, são para os fãs que nunca deixaram de amar e acreditar nos eternos Beatles. 

Fonte Correio Braziliense

Nenhum comentário