O que já se sabe sobre a morte de Lee Sun-kyun, ator do filme “Parasita” - PORTAL DE NOTÍCIAS RITMO CULTURAL

Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

O que já se sabe sobre a morte de Lee Sun-kyun, ator do filme “Parasita”

Aos 48 anos, o ator sul-coreano foi encontrado morto em seu carro na manhã desta quarta-feira (27) Aos 48 anos, o ator era casado com a atri...

Aos 48 anos, o ator sul-coreano foi encontrado morto em seu carro na manhã desta quarta-feira (27)

Aos 48 anos, o ator era casado com a atriz Jeon Hye-jin e pai de dois filhos

Aos 48 anos, o ator era casado com a atriz Jeon Hye-jin e pai de dois filhosBarry Brecheisen/Getty Images

Conhecido internacionalmente por estrelar o filme “Parasita”, o ator sul-coreano Lee Sun-kyun, de 48 anos, foi encontrado morto em seu carro na manhã desta quarta-feira (27). Uma investigação pelo uso de drogas ilegais na Coreia do Sul estava em curso contra o ator.

Em comunicado, a polícia da capital Seul disse que recebeu uma denúncia de desaparecimento do gerente de Lee. Ainda de acordo com as autoridades locais, a causa da morte é “presumivelmente suicídio”.

Corpo de Lee Sun-kyun sendo retirado de seu carro para ser levado por uma ambulância / Yonhap News/Reuters

Abaixo, a CNN separou os principais pontos – até agora – sobre a morte de Lee Sun-kyun

Suposto uso de drogas

Conforme afirma a polícia da cidade de Incheon, na Coreia do Sul, desde outubro o ator foi interrogado três vezes como parte de uma investigação sobre o suposto uso de drogas.

A convocação mais recente aconteceu no último dia 23 de dezembro, quando Lee foi detido por 19 horas antes de ser liberado no dia seguinte.

Mesmo sem especificar a quantidade de testes realizados pelo ator, a polícia disse que todos foram detectados como negativo.

Retirado de projetos

Segundo o jornal Daily Mail, depois que a notícia de uma investigação oficial sobre o suposto uso de drogas foi publicada no final de outubro, o ator foi afastado grandes projetos.

Entre eles, há destaque para o “No Way Out”, um programa de TV na linha de suspense e mistério que começaria a ser filmado exatamente naquele mês.

Ainda de acordo com a publicação, a produtora responsável pelas filmagens tentou demiti-lo logo depois que a polícia disse que poderia precisar de uma amostra de seu cabelo para testes.

Na época, a equipe de produção e o elenco foram informados que as gravações seriam atrasadas em duas semanas.

O lado do ator sobre o uso de drogas

Lee, que chegou a passar por testes toxicológicos, alegou ter sido induzido a usar drogas e, posteriormente, chantageado pelo mesmo indivíduo – a recepcionista de um bar. Diante da situação, o ator entrou com uma ação criminal, informando que ela queria extorqui-lo em US$ 270 mil, informou o “Korea Herald”

“Gostaria de me desculpar sinceramente mais uma vez por causar preocupação a tantas pessoas”, disse o ator em seu primeiro interrogatório, em 28 de outubro, na Delegacia de Polícia de Nonhyeon, em Incheon, segundo o veículo.

“A (como tem sido nomeada a recepcionista) me enganou para usar drogas. Eu não sabia que o que ela me entregou eram drogas ilegais”, disse ele.

Funeral

O funeral de Lee será realizado de forma discreta, com a presença de amigos e familiares, conforme informou a agência de notícias sul-coreana “Yonhap”, citando sua agência Hodu & Entertainment.

Leis sobre drogas na Coreia do Sul

A Coreia do Sul tem algumas das leis sobre o uso de drogas mais rígidas do mundo. Os crimes mais graves, como tráfico, por exemplo, podem ser punidos com prisão perpétua, explicou a polícia à CNN.

No passado, as leis chegaram a forçaram celebridades e figuras públicas na Coreia do Sul a se retirarem do estrelado, uma vez que os escândalos levaram ao cancelamento de diversos contratos e adiamento de filmes.

Fonte CNN Brasil

Nenhum comentário