Os melhores filmes do Studio Ghibli para diferentes tipos de humor - PORTAL DE NOTÍCIAS RITMO CULTURAL

Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

Os melhores filmes do Studio Ghibli para diferentes tipos de humor

  Quando se fala em animações japonesas para as telonas, é praticamente impossível não falar de  Hayao   Miyazaki  e a turma do  Studio   Gh...

 

Os melhores filmes do Studio Ghibli para diferentes tipos de humor

Quando se fala em animações japonesas para as telonas, é praticamente impossível não falar de Hayao Miyazaki e a turma do Studio Ghibli. Ao longo de mais de quatro décadas, a produtora soltou clássicos dos cinemas que conquistaram plateias no mundo todo, sempre com uma identidade inconfundível e uma versatilidade louvável.

Justamente por essa gama enorme de facetas, o Ghibli tem pedidas para quase todo tipo de humor, desde aventuras mais leves para toda a família, até tragédias que te deixarão algumas horas olhando para o nada, refletindo sobre a existência humana.

Abaixo, o NerdBunker separou toda a filmografia do estúdio, dividida por qual clima você deseja para a sua sessão. Pegue a pipoca e a caneta e bons filmes:

Ghibli para deixar o coração quentinho

1- Ponyo: Uma Amizade Que Veio do Mar (2008)

Amizade entre garoto e peixinha é tema de Ponyo. Crédito: Studio Ghibli/Divulgação

A amizade inusitada entre um garotinho e uma peixinha que deseja ser humana é a premissa do fofo Ponyo. O filme de Hayao Miyazaki acompanha a aventura da dupla enfrentando perigos não só na superfície, como ameaças mágicas do fundo do mar.

2- A Viagem de Chihiro (2001)

Chihiro descobre que crescer é uma viagem complicada. Crédito: Studio Ghibli/Divulgação

Também da imaginação de Miyazaki vem um dos maiores clássicos do estúdio e de todo o cinema de animação. A trama explora a jornada da pequena Chihiro por um mundo fantasma mágico, mas nem por isso menos perigoso.

  • Onde assistir: Netflix

3- O Castelo Animado (2004)

Castelo Animado mistura magia e guerra em terra encantada. Crédito: Studio Ghibli/Divulgação

Amaldiçoada por uma bruxa, a jovem Sophie se transforma numa idosa e se vê no meio de uma intensa guerra de reinos, quando encontra abrigo no castelo mágico de um feiticeiro.

  • Onde assistir: Netflix

4- Meu Amigo Totoro (1988)

Totoro virou o mascote do estúdio. Crédito: Studio Ghibli/Divulgação

Mesmo que você nunca tenha assistido a um filme do Ghibli, certamente já se deparou com o mascote do estúdio. A criatura é o Totoro, estrela do filme de Miyazaki. Na trama, ele precisa ajudar uma garota perdida a encontrar seu caminho, enquanto lida com dificuldades familiares.

  • Onde assistir: Netflix

5- O Serviço de Entregas da Kiki (1989)

Kiki cria um correio diferente com o divertido gato Jiji. Crédito: Studio Ghibli/Divulgação

A traquina bruxinha Kiki precisa passar uma temporada se virando sozinha, a fim de amadurecer como as grandes feiticeiras. Para isso, ela decide usar seus poderes mágicos em busca do próprio lugar no mundo.

  • Onde assistir: Netflix

6- O Castelo no Céu (1986)

Magia e tecnologia se misturam em O Castelo no Céu. Crédito: Studio Ghibli/Divulgação

De posse de um colar mágico, dois órfãos são perseguidos pelo governo e até por piratas quando embarcam em aventura rumo a um castelo encantado no céu.

  • Onde assistir: Netflix

7- O Reino dos Gatos (2002)

O Reino dos Gatos faz a alegria dos pais e mães de felinos. Crédito: Studio Ghibli/Divulgação

Baseada no mangá de Aoi Hiiragi, a trama acompanha Haru. Após salvar um gatinho da morte, que, por acaso, é nada menos que o príncipe de um reino de felinos, a jovem se vê no meio do universo mágico dos gatos.

  • Onde assistir: Netflix

8- Sussurros do Coração (1995)

Sussurros do Coração traz mais gatos ao Ghibli. Crédito: Studio Ghibli/Divulgação

Por falar em mangás de Aoi Hiiragi, a obra do autor já tinha sido adaptada pelo Ghibli em Sussurros do Coração. A romântica história segue a estudante Shizuku, que parte em busca de descobrir quem é a pessoa misteriosa que se interessa pelos mesmos livros que a jovem retira da biblioteca.

  • Onde assistir: Netflix

9- Memórias de Ontem (1991)

Memórias de Ontem traz passeio pelo passado e presente. Crédito: Studio Ghibli/Divulgação

Os lugares onde crescemos nos acompanham pelo resto da vida? É o que aprende Taeko Okajima. Aos 27 anos de idade, a personagem decide embarcar numa jornada pela própria memória, relembrando os sonhos e paixões da infância perdida.

  • Onde assistir: Netflix

10- O Mundo dos Pequeninos (2010)

Pequeninos e gigantes aprendem o valor da amizade. Crédito: Studio Ghibli/Divulgação

Em mais uma amizade inusitada com o tempero Ghibli, O Mundo dos Pequeninos tem a pequena (dessa vez, literalmente) Arriety levando a vida com a família, escondida das pessoas comuns que, para eles, são gigantes.

  • Onde assistir: Netflix

11- Da Colina Kokuriko (2011)

Jornada para salvar clube cria amizade em Kokuriko. Crédito: Studio Ghibli/Divulgação

No Japão da década de 1960, dois estudantes lutam para salvar o clube escolar de ser demolido. A jornada dará início a uma história de amor, que pode ser ameaçada por um segredo do passado de ambos.

  • Onde assistir: Netflix

12- Meus Vizinhos, Os Yamadas (1999)

Família Yamada vive divertidas trapalhadas. Crédito: Studio Ghibli/Divulgação

Com um estilo de animação bem diferente das outras produções do Ghibli, o filme acompanha o divertido cotidiano da família Yamada, batalhando pelo pão de cada dia em situações inusitadas.

  • Onde assistir: Netflix

Ghibli para pensar sobre a existência humana e o mundo

13- O Menino e a Garça (2023)

O Menino e a Garça é o mais recente lançamento do estúdio. Crédito: Studio Ghibli/Divulgação

Apesar de ensaiar uma aposentadoria em 2013, Hayao Miyazaki saiu das férias prolongadas para nos brindar com O Menino e a Garça. O mais recente filme do Ghibli é uma abstrata viagem por luto, amadurecimento e certamente deixará mensagens únicas para cada espectador.

  • Onde assistir: em cartaz nos cinemas.

14- O Conto da Princesa Kaguya (2013)

Belo traço minimalista destaca a jornada da Princesa Kaguya. Crédito: Studio Ghibli/Divulgação

Baseado no secular conto japonês, o longa mostra uma bela jovem nascida de um caule de bambu. Desejada por cinco nobres pretendentes, ela deve se equilibrar entre suas vontades próprias e o que destino reserva para sua vida.

  • Onde assistir: Netflix

15- Eu Posso Ouvir o Oceano (1993)

Amor jovem é tema de Eu Posso Ouvir o Oceano. Crédito: Studio Ghibli/Divulgação

Além de garças falantes e outros seres mágicos, no Ghibli, também há espaço para dramas adolescentes. O filme narra o triângulo amoroso que se forma quando a chegada de uma nova garota na escola estremece a forte amizade de dois rapazes.

  • Onde assistir: Netflix

16- As Memórias de Marnie (2014)

Amizade entre Anna e a misteriosa Marnie guarda segredos. Crédito: Studio Ghibli/Divulgação

De férias com familiares em uma terra distante, a jovem Anna conhece a misteriosa Marnie. Além de aparentemente morar numa mansão abandonada, a personagem esconde ainda mais segredos, mas se provará uma importante companhia para Anna.

  • Onde assistir: Netflix

17- A Tartaruga Vermelha (2016)

Relação entre náufrago e criatura marinha dá o tom de A Tartaruga Vermelha. Crédito: Studio Ghibli/Divulgação

Totalmente sem diálogos, o longa narra a aventura de um náufrago que, desesperado para retornar para casa, descobre que o caminho de volta ficará um pouquinho mais complicado ao encontrar uma enorme tartaruga vermelha.

  • Onde assistir: Apple TV, Google Play Filmes (aluguel digital)

Ghibli para começar uma revolução

18- Porco Rosso: O Último Herói Romântico (1992)

Porco Rosso protege os céus contra piratas no filme. Crédito: Studio Ghibli/Divulgação

Ex-aviador da Primeira Guerra Mundial, Porco Rosso leva a vida caçando piratas dos ares do Mar Adriático. Como o nome indica, o protagonista vira uma espécie de porco-humano graças a uma sinistra maldição.

  • Onde assistir: Netflix

19- Nausicaä do Vale do Vento (1984)

Nausicaa é um dos primeiros longas de Miyazaki. Crédito: Studio Ghibli/Divulgação

Em uma de suas primeiras produções para a telona, Miyazaki aborda os efeitos da guerra em Nausicaa. O filme é situado num futuro distópico, no qual uma princesa tenta proteger seu povo em meio à escassez de suprimentos essenciais e constantes guerras de facções.

  • Onde assistir: Netflix

20- Princesa Mononoke (1997)

Princesa Mononoke traz o violento conflito entre natureza e progresso. Crédito: Studio Ghibli/Divulgação

Longa japonês mais visto do ano de seu lançamento, Princesa Mononoke foi uma das principais portas de entrada do Ghibli no mercado ocidental. Em busca da cura para uma terrível maldição, um príncipe se vê no meio do conflito entre gananciosos humanos e as indomáveis forças da natureza.

  • Onde assistir: Netflix

21- PomPoko: A Grande Batalha dos Guaxinins (1994)

Guaxinins lutam para defender seu quinhão em PomPoko. Crédito: Studio Ghibli/Divulgação

A batalha entre natureza e progresso desenfreado também é o mote de PomPoko. No filme, um grupo de guaxinins briga para não perder as próprias terras, ameaçadas pelos humanos e a especulação imobiliária.

  • Onde assistir: Netflix

22- Vidas ao Vento (2013)

Miyazaki traz o Japão da Segunda Guerra às telas em Vidas ao Vento. Crédito: Studio Ghibli/Divulgação

Inspirado na biografia de Jiro Horikoshi, o longa adapta livremente a história do engenheiro responsável por uma das mais potentes aeronaves japonesas da Segunda Guerra Mundial. Miyazaki aborda os efeitos emocionais do conflito no longa que marcou sua primeira aposentadoria.

  • Onde assistir: Netflix

23- Contos de Terramar (2006)

Contos de Terramar marca a estreia do filho de Miyazaki na direção. Crédito: Studio Ghibli/Divulgação

Destinados a investigar o mal que assola o mundo, um mago e um príncipe embarcam em jornada juntos no primeiro filme de Goro Miyazaki, filho de Hayao.

  • Onde assistir: Netflix

Ghibli para te deixar na sarjeta das emoções

24- Túmulo dos Vagalumes (1988)

Túmulo dos Vagalumes traz poderosa e tocante mensagem contra a guerra. Crédito: Studio Ghibli/Divulgação

É bem difícil que alguém te indique um filme do Ghibli mais triste e emocionante do que este, e com bons motivos. Situado no Japão da Segunda Guerra Mundial, o longa acompanha dois órfãos se virando para sobreviver em meio ao conflito. Trazendo um tom lúdico do olhar infantil em contraste aos horrores da guerra, o filme é um delicado lembrete do que jamais deve ser esquecido.

  • Onde assistir: Claro TV (aluguel digital)

Fonte Jovem Nerd

Nenhum comentário